• conimbrigaPR1 Rota de Conimbriga
  • Chegamos ao início do nosso trilho: Rota de Conímbriga.
  • Depois de percorremos uma distancia de 305116,36 pés, ou 57.787 milhas ou ainda 93 quilómetros, utilizando a definição de milha terrestre, definida pelo sistema imperial de medidas como o equivalente a 1609,344 metros e ainda a atual definição como sendo 5280 pés ao invés de 5000 do século XIII. A primeira vez que o termo milha foi usado para denotar distância foi na Roma Antiga, onde valia 1000 passos (do latim, mille passus) dados pelo Centurião, ou 5000 pés romanos. Essas medidas não eram precisas, visto que dependia do tamanho das pernas do centurião, pois uma mínima diferença na passada resultava em uma grande diferença ao final dos 1000 passos. Em registos históricos, a milha romana variava entre 1401 e 1580 metros, aproximadamente. Todos estes cálculos até podem passar-nos ao lado e não damos importância alguma. Esta é uma das muitas heranças que os romanos nos deixaram.
  • Ler mais...

natalandar2014a

8º Aniversário do ANDAR

  • Sábado 20 de Setembro de 2014.
  • O dia tinha amanhecido de cor cinzenta. Progressivamente vai clareando e fica de tons de azul. O sol resplandecente surge e aquece o ar. Toda a manha estava suspensa em calor, mas com o passar das horas, o céu foi lentamente ficando ameaçador. A previsão era de chuva para a tarde.
  • Era um dia especial: o aniversário do ANDAR.
  • Ler mais...

linharesProjeto Especial Verão - 5º Dia

  • Amanheceu como era habitual, um dia claro e soalheiro. Não tão quente como em castelo branco. A beleza da manhã refletia-se encosta acima até morrer no horizonte.
  • Já depois de tomarmos o pequeno-almoço, e com as malas a porta, ordeiramente deixamos o hotel e dirigimo-nos ao autocarro que nos ia levar de volta ao nosso lar.
  • Deixamos para trás a malha urbana da Covilhã e partimos em direção a penhas da saúde. Faz parte do município da Covilhã. Esta aldeia de montanha está localizada no coração da serra da estrela, agraciada com um belo cenário montanhoso, a uma altitude de 1.500 metros. É principalmente um resort de inverno atualmente.
  • Ler mais...

castelosabugalProjeto Especial Verão - 4º Dia

  • Hoje, o dia está mais fresco, e já pela manhã cedo havia movimento no hotel. É o nosso primeiro pequeno-almoço neste hotel  e isso deixa-nos apreensivos. É necessário repor as energias porque que vamos necessitar para a caminhada que vamos fazer: aldeia da Malcata ao sabugal. Confesso que o facto de estar na reserva natural da serra da Malcata, me deixa um leve nervosismo. Para mim a partida era mais uma reserva a juntar a outras que já visitei. Mas, esta era especial e eu sabia disso. O motivo era o lince-ibérico (lynx pardinus).
  • Ler mais...

fossilpenhagarciaProjeto Especial Verão - 3º Dia

  • Era domingo. Deixamos o hotel de Castelo Branco e partimos, planície fora. Na Beira Baixa, a poucos quilómetros de Espanha, fica uma povoação típica que espraia-se pela encosta da serra. Penha Garcia fica na encosta da Serra com o mesmo nome, na margem direita do Rio Pônsul. No sopé da mesma detivemo-nos diante de uma queijaria tradicional, para uma visita a fábrica do queijo
  • Uma terra plena de lendas e tradições, com todo o encanto da Beira Baixa. A vista deslumbrante que rodeia a vila, é um motivo de admiração. A quantidade de visitantes que Penha Garcia recebe diariamente, afirma que o local é mais do que beleza. Penha Garcia, tem hoje a seus pés um marco da evolução da vida na terra, e isso deu-lhe o estatuto de Parque Icnológico de Penha Garcia. lcnológico? Que tem de especial Penha Garcia?
  • Ler mais...

abutressalvaterraProjeto Especial Verão - 2º Dia

  • O dia surge apático, mas, promete ser quente. As alterações efetuadas no programa permite-nos ganhar meia hora e assim minimizarmos os danos causados pelo calor.
  • O pequeno-almoço deu-nos as energias suficientes para a jornada que iríamos enfrentar. Nos planos para o início desse dia contava com a Rota dos abutres, na aldeia de Salvaterra do Extremo.
  • A viagem até a aldeia demora um pouco mais que uma volta do relógio. A paisagem mantém-se igual: ocre e dourada, metro após metro. Com uma atenção redobrado os meus olhos querem gravar cada pedacinho que é novo. Suavemente a paisagem ganha cor e forma. E ao virar da esquina somos engolidos pela simplicidade do seu casario.
  • Ler mais...

portasrodaoProjeto Especial Verão - 1º Dia

  • A melhor forma de realizar um sonho é despertar.
  • Paul Valéry
  •  
  • Este projeto foi pensado para nos levar a caminhar através de algumas rotas, pelas entranhas da Cova da Beira, e melhorar os conhecimentos de quem já era privilegiado por eles ou dar novos horizontes a quem os desconhecia. A escolha caiu em rotas míticas, moldadas em paisagens que as fronteiras do tempo nos fizeram chegar num estado quase virgem. Viajar pelos pequenos mistérios e encantos do passado, que iam-se revelando a cada pegada que ia ficando gravada no caminho.
  • Ler mais...

  • PiodaoRibeira de Piodão
  • Piodão, a aldeia nascida da pedra.
  • Ouvi-a falar, falavam, ouço falar, e agora falo desta aldeia, que cresce na serra do Açor. Da mesma maneira que eu desenvolvi o desejo de conhecer este pequeno grande paraíso, a aldeia que cresce, encravada, vertente acima. Ainda há pouco tempo o conhecimento in loco deste local era privilégio de poucos, hoje já é também um privilégio meu. Hoje, o turismo é uma forma de prender estas gentes por aqui, e mal os raios de sol aquecem o ar, a afluência de turistas aumenta contrastando com os visitantes de inverno. Não menos bonito deve ser o espetáculo no inverno. Onde cresce a cor desbotada, nas pedras frias cobertas de neve que é salpicada por azul embutido no escuro, perpetuado pelo espaço e o tempo.

    Ler mais...

Pág. 2 de 4

Go to top